O seu navegador está desatualizado :(

Acesse com um navegador moderno para usar o CoteiBem sem problemas. Saiba mais

×

Quer cotar Extintores e equipamentos em Maranhão?

Cote com fornecedores avaliados e faça o melhor negócio para o seu condomínio!

Fornecedores adicionados no pedido da cotação

Bombasa Comercial

Executamos serviços de engenharia, reformas de bombas, motores, etc..

Os extintores de incêndio são cilindros de acionamento manual utilizados para controlar ou apagar o fogo através de diversas substâncias (água, pó químico, etc). Cada tipo de extintor deve ser aplicado conforme a classe de incêndio a ser combatida.

Obrigatoriedade dos extintores de incêndios em condomínios

Como item de segurança imprescindível, os extintores são obrigatórios em condomínios. Sua aplicação é regulamentada por algumas normas, como a Norma Técnica 21/2014 do Corpo de Bombeiros e a NBR 12.693 da ABNT, além da conformidade com o INMETRO.

Também vale lembrar que, sem os extintores de incêndio em perfeito funcionamento, não é possível a emissão/renovação do AVCB (documento do Corpo de Bombeiros obrigatório em alguns estados, que atesta a segurança da edificação contra incêndios e deve ser renovado a cada 02 a 03 anos, dependendo da legislação do município). É neste projeto, aliás, que os extintores são especificados (tipo, posição, sobre rodas, de parede, etc).

Além da manutenção de todas as peças que compõem os extintores, a recarga dos equipamentos também precisa estar em dia, devendo acontecer anualmente ou segundo indicações do fabricante.

Conheça aqui os tipos de extintores mais comuns e finalidades

Componentes mais importantes dos extintores e suas funções

  • Cilindros: recipiente metálico que deve passar por teste hidrostático (verificação da capacidade de retenção da pressão) a cada 5 anos. Também atente-se à pintura.
  • Tubo de Sifão: conduz o agente extintor para a válvula de descarga.
  • Pressurizante: expulsa o agente extintor do recipiente.
  • Válvula: mecanismo que aciona o extintor.
  • Bicos: por onde expele-se o agente extintor. Cuidado com entupimentos.
  • Manômetro: instrumento para medir a pressão do equipamento. Se o ponteiro não estiver na faixa verde, o equipamento deverá ser imediatamente carregado.
  • Mangueira: elemento de passagem do agente transmissor. Cuidado com vazamentos.
  • Pino de segurança: evita o acionamento acidental do extintor.
  • Lacre: elemento de garantia de que o extintor está apto para uso.
  • Ring: anel de identificação de que a recarga foi realizada. Não pode apresentar rasuras ou deformações.

Tipos de orçamento para manutenção/recarga de extintores em condomínios

Há dois tipos de propostas: fechada e aberta. Clique aqui e entenda como funciona cada tipo de orçamento.

O que analisar na cotação com a empresa de manutenção/recarga de extintores

Checagem geral:

  • Tempo no mercado
  • Verifique possíveis reclamações em sites como ReclameAqui
  • Solicite referências de outros condomínios
  • Após escolher a empresa, analise o contrato social e faça buscas em cartórios de registros de títulos, bem como no Serasa e no SPC para ver se não há títulos protestados. Além disso, levante a ficha cadastral (certidões negativas de INSS, FGTS, Receita Federal, Junta Comercial, etc.)

Checagem técnica:

  • Cote com pelo menos 4 empresas: Cuidado com orçamentos muito abaixo da média do mercado
  • Verifique se a empresa é certificada pelo INMETRO (consulte aqui)
  • Escolha a empresa que ofereça a possibilidade de devolução dos extintores caso não haja acordo depois que o orçamento final e que tenha um engenheiro no quadro de funcionários
  • Avalie e escolha qual a melhor opção: orçamento fechado ou aberto
  • No caso de orçamento aberto, o técnico visita o condomínio, checa os equipamentos, entrega um laudo e a proposta. No orçamento fechado, basta o laudo e a aprovação do serviço
  • Após aprovação do serviço, a empresa retira os extintores, deixando equipamentos de reserva no local
  • No retorno, verifique se o lacre não está violado e se os extintores não foram trocados

O que exigir da empresa de manutenção/recarga de extintores após a contratação

  • Data para retirada e devolução dos extintores (1ª e 2ª remessa)
  • Ordem de Serviço (OS) preenchida e assinada pelo técnico responsável
  • Selo Inmetro nos extintores, com data para a próxima recarga

Dicas para manutenção/recarga de extintores em condomínios

  • Para garantir que os extintores não sejam trocados pela empresa contratada, anote o número dos extintores ou faça uma marca (como um ponto de esmalte de uma cor que se sobressaia);
  • Evite ficar sem nenhum extintor no condomínio. Indica-se o serviço em duas etapas: primeiro os dos andares pares e depois, dos ímpares. Além disso, o empréstimo dos equipamentos também é válido.

Faça perguntas para fornecedores e usuários ativos do SíndicoNet, é grátis! As respostas costumam ser rápidas e a sua participação ajuda a tornar a vida condominial mais fácil.

Quer fazer perguntas para nossos fornecedores?

Pergunte no SíndicoNet

Você é um fornecedor?

Economize tempo e aumente suas vendas atendendo a pedidos de síndicos e administradores prediais.

Cadastre seus serviços